18 de out de 2017

Duas crianças passeavam por uma floresta quando encontraram um segredo bastante assustador!


Dois amigos estavam a passear na Alemanha, ao norte, justamente onde antigamente era considerado território da Confederação Germânica, quando encontraram com algo estranho: dois tubos em formato de periscópio, brotando do chão.

Corajosos os meninos decidiram explorar a área. O que eles encontraram escondido sob o solo é realmente parte de uma história assustadora.

Os meninos costumavam brincar aqui, mas nunca tiveram permissão de explorar os tubos.


Mas então decidiram que já era hora. A entrada estava fechada com uma tampa de madeira, mas eles removeram-na com um pé-de-cabra.


Eles caminharam por muito tempo em corredores que lembravam os de hospitais


O primeiro beco sem saída.


A acústica dentro do bunker tornava tudo ainda mais assombroso. 5 Havia junções como essa em toda parte. Eles decidiram não recuar e ir em frente para não se perderem.


As portas pareciam de cofres que tinham sido arrombados.


Elas são pesadas e estão cobertas com algo escrito, indecifrável.


Quanto mais eles se aprofundavam, mais o bunker parecia decadente.


As portas pesadas que qualquer visitante teria que atravessar se quisesse continuar. 


“Hello Satan, I love you” – “Olá Satã, eu te amo”


Os corredores cheiram a esgoto.


Indo ainda mais longe, os corredores não estavam se segurando tão bem.


Alguns corredores e cômodos estavam inundados.


Assustador


Essa pilha de lixo, no escuro, parecia um homem sentado. Os dois entraram em pânico quando viram.


Outro corredor intransponível.


“O grande hall”: o maior cômodo que eles encontraram.


Bem no meio, um estranho maquinário.


As luvas de alguém, deixadas no local. 


Alguém saiu com tanta pressa que esqueceu o sapato.


Uma placa no chão diz: “Não se aproxime”


Uma grande incubadora.


Crescimento mineral no teto.

A bateria da câmera dos meninos acabou depois dessa última foto. Eles deixaram o local, completamente assustados. Você entraria num lugar assim? Via Altament.org