27 de jun de 2017

A mulher que não se depila há 8 anos! Tens de a conhecer já!


Nos dias de hoje, a remoção dos pêlos corporais tornou-se quase uma lei para as mulheres. E para muitos homens também. Mas esta menina de 19 anos é completamente contra isso…

Esta menina de 19 anos chamada Yasmin Gasimova resolveu questionar isso tudo e fazer o que bem entende, tomando uma decisão que dividiu as opiniões da Internet – ela não se depila no dia-a-dia. E, com muito orgulho, fez um post no seu blog desabafando sobre isso e mostrando o resultado.

Yasmin não é uma daquelas feministas que fazem isso para “enviar uma mensagem”, ela apenas não gosta de se submeter a todo esse trabalho com tanta frequência. A jovem diz que a única parte do corpo que depila com frequência é a barba – e só quando tem vontade mesmo. Basicamente, a mesma atitude que muitos homens têm em relação aos próprios pelos.


Ela estuda Ciências da Computação e Filosofia na Universidade de Liverpool, Inglaterra, e confessa ter passado os últimos 8 anos sem dar a mínima para o estado dos seus pêlos. Ela ainda depila, mas de acordo com a mesma, só quando quer passar uma noite com alguém.

“Ser peluda não é nada assustador,” disse Yasmin. “Em uma sociedade onde as mulheres têm quase que uma obrigação para se depilar, eu não tenho vergonha de admitir que não o faço. Eu aparo os pelos púbicos quando viajo, mas se alguém me encontrar num dia normal, verá arbustos nas minhas axilas e as minhas pernas bem peludas.”


Yasmin conta também que não foi sempre que ela teve essa auto-confiança toda. Ela já sofreu bullying na escola quando tinha apenas 10 anos de idade por conta de um bigodinho que começou a crescer. “Meus pêlos são grossos e crescem rápido,” conta ela. “Isso significa que eu desperdiço uma hora inteira me depilando, e eles crescem de novo em menos de uma semana. Isso sem contar com os pêlos encravados que surgem. É bem inconveniente.”

A estudante diz que se sente muito mais livre agora que tomou essa decisão – mas ainda acerta as sobrancelhas. “Se eu me depilar, é para alguma situação especial.”


Ela disse também que espera que outras mulheres sigam o seu exemplo, afinal, ela acredita que algo assim nem de perto a torna menos mulher.

E tu, o que achaste? Apoias a decisão da Yasmin? Conta-nos o que pensas!