1 de fev de 2017

Ele passou 32 anos escavando um túnel no meio do nada veja o resultado!


Em algum lugar do deserto de Mojave, nas montanhas de El Paso (EUA), existe um estranho túnel que percorre 800 metros de rocha sólida na “Copper Mountain”. O que é ainda mais estranho é que ele não leva a nenhum lugar especial. Ele simplesmente surge na superfície, no meio do nada. A única razão pela qual ele existe é porque um homem excêntrico chamado William Henry ‘Burro’ Schmidt – também conhecido como a “toupeira humana” – o quis construir.


Embora ele tivesse passado 32 anos de sua vida sozinho, cavando a meia milha do longo túnel através de uma montanha de granito sólido, ele nunca falou muito sobre isso. Quando questionado sobre seu projeto bizarro, ele simplesmente respondeu que era um atalho. Para onde, ninguém sabe realmente.

Schmidt migrou inicialmente para o deserto da Califórnia a partir de Rhode Island no final do século 19, a fim de melhorar a sua saúde. Acredita-se que ele começou a cavar o túnel em 1902, perto do local onde ele tinha feito uma reivindicação de mineração de ouro. Ele realizou a escavação utilizando picaretas, martelos, brocas de mão e explosivos, e removeu entulho com um carrinho de mão. Às vezes, ele mesmo o carregou sobre suas costas. Eventualmente, ele instalou faixas de ferro e um carrinho para transportar os detritos.


A maioria das pessoas que vivem na região acreditam que ele era simplesmente louco. Ele morava sozinho e tinha uma reputação de ser um avarento – ele consertava suas roupas com sacos de farinha e seus sapatos com latas esmagadas. Muitas vezes, ele ficou gravemente ferido por suas próprias explosões ao escavar o túnel, porque ele evitava de usar um rastilho longo que lhe desse mais segurança. Em um ponto, os moradores chamavam de "Jackass Schmidt", e mais tarde na vida, ele assumiu o nome "Burro".

Até aos nossos dias, o túnel do Burro Schmidt ainda é uma fonte de grande mistério e temor, e continua a despertar a curiosidade das pessoas que o visitam. Todo mundo que visita o túnel, atesta o fato de que Schmidt sabia o que estava fazendo. Ele não teve nenhum treinamento formal e aprendeu a maioria das habilidades necessárias para o trabalho ao fazê-lo, mas a precisão de seu trabalho é inconfundível. Ainda assim, a questão permanece – por que alguém iria querer construir um túnel para lugar nenhum?

Quando um homem religiosamente adere a uma tarefa aparentemente sem sentido, ele naturalmente dá origem a uma série de perguntas. Durante os anos de escavação de Schmidt, houve rumores sobre um rico depósito de minério ou veio de ouro que ele estava protegendo através de seu túnel, mas nada disso nunca se confirmou. Ele viveu uma vida tão simples que a teoria do tesouro escondido simplesmente não pegou. Várias pessoas têm explorado a terra e o trabalho de Schmidt em uma tentativa de encontrar algumas respostas para o trabalho de sua vida, mas ele não deixou registros de sua motivação.


Especula-se que Schmidt tenha sentido necessidade de criar o atalho para trazer seu minério de ouro da mina para o mercado. Mas, quando a construção de uma nova estrada tornou o seu esforço desnecessário, ele mesmo assim escolheu continuar o trabalho extenuante por vários anos. Na falta de provas conclusivas, as pessoas foram forçadas a aceitar que ele foi provavelmente apenas obcecado com seu projeto estranho.

Ninguém sabe se ele encontrou o ouro, mas quando o túnel rompeu a luz do dia do outro lado, em 1938, ele simplesmente abriu mão da obra de sua vida. Se afastou dos 32 anos de escavações rigorosas, fez as malas e deixou Copper Mountain, vivendo a última parte de sua vida em uma cidade próxima. Mais tarde, em conjunto com um parceiro chamado Mike Lee, levava visitantes para passeios no túnel. Ele morreu em 1954, levando consigo todos os segredos do túnel que ele construiu.
 
Se você visitar o túnel hoje, você poderá andar ereto através de todo o seu comprimento em cerca de 30 minutos. É estruturalmente sólido e ao longo das paredes, você pode ser capaz de identificar os veios dos minerais expostos. E quando você alcançar a borda no fim do túnel, uma vista espetacular espera por você. Embora localizado em uma área remota, o túnel do "Burro Schmidt" é uma grande atração turística. Ela tem atraído visitantes curiosos de todo o mundo e já foi destaque no programa de televisão “Ripley Believe it or Not”. FONTE: DI