8 de nov de 2015

Este garoto de 7 anos cuida de seu pai paralisado depois que a mãe abandonou os dois...


As crianças são felizes se nascerem e viverem em um lar amoroso. Os pais, por outro lado, são abençoados, se os filhos crescerem com valores como a solidariedade, o altruísmo e o amor também. Ou Yanglin é um garoto comum que vive com seu pai na vila Wangpu, na província de Guizhou, sudoeste da China. Este aluno da primeira série escolar acorda às seis da manhã todos os dias para cuidar de seu pai. Ele vem fazendo isso há mais de um ano, depois de aprender sozinho como cozinhar arroz, comprar legumes em um mercado local, e alimentar seu pai antes de ir para a escola.


Ou Tongming, 37 anos, o pai do menino, está paralisado da cintura para baixo. Em junho de 2013, ele caiu do segundo andar de uma casa que estava em construção e feriu sua espinha.

Eventualmente, sua esposa levou a filha de 3 anos com ela e abandonou o marido e o filho quando esgotaram as economias da pobre família devido à pilha de contas médicas e de medicamentos. Infelizmente, a condição de Tongming não melhorou.


Desde então, Yanglin cuida de seu pai por conta própria. Depois da escola, ele anda pelas ruas catando reciclados, que rendem pelo menos 20 yuans (uns 12 reais) todos os dias, que são adicionados à pensão mensal da deficiência do pai de 300 yuans (180 reais).


- "Meu pai precisa de remédio, mas eu não tenho muito dinheiro, então eu tenho que fazer as contas certinho para não faltar nada", disse Yanglin.


Quando o pequeno retorna para casa depois de recolher material para reciclagem, vira seu pai de lado e ele mesmo faz os curativos. Tongming contraiu escaras (úlcera por pressão, não tente descobrir do que se trata essa doença no Google, pois é terrível) devido à imobilidade. Consequentemente, a infecção se espalhou por sua pélvis.


Como pai, Tongming sabe que está sobrecarregando seu querido filho. Ele já esteve à beira de cometer suicídio, mas reconsiderou quando percebeu que deixar seu filho sozinho no mundo seria ainda pior.


Yanglin, no entanto, só quer "crescer logo", tadinho! Seu sonho é ganhar muito dinheiro para pagar o tratamento do pai.


- "Eu não posso viver sem o meu pai, ele é tudo para mim depois que ela (se referindo a mãe) foi embora", disse Yanglin.


A história de Yanglin viralizou nas redes sociais chinesas e algumas pessoas estão falando em criar um fundo de caridade para ajudar o menino e seu pai.

Fonte: http://www.mdig.com.br/