7 de out de 2015

Este cão percebeu que o bebé não estava a respirar… O que ele fez… Inacreditável!


O cão reparou que o bebé já não estava a respirar… Então o que ele fez… Impressionante! Sem dúvida o melhor amigo do homem!

Esta é literalmente uma história de tirar o fôlego: o que aconteceu na casa da família Brousseau nesta noite parece um milagre. E se não fosse por Duke, o final seria trágico. Mas graças a ele tudo foi diferente.

Esta é Jenna Brousseau com sua filha Harper, que na época tinha apenas 9 semanas de vida. Na noite anterior ao dia em que a foto abaixo foi tirada, elas passaram por uma das situações mais difíceis que uma família pode vivenciar.


E se não fosse por Duke, o fiel cachorro da família, quem sabe o que poderia ter acontecido naquela noite?


Duke foi adotado pelos Brousseaus quando tinha 6 anos. Até então, o simpático cachorro vivia num canil. Desde que passou a viver com a nova família, ele sempre foi um animal amável e confiável. Mas especialmente nesta noite…


…aconteceu algo totalmente imprevisível: a pequena Harper estava deitada, enquanto Duke descansava no chão, próximo ao berço da bebé. De repente, Duke percebeu que a respiração de Harper foi ficando irregular e, por fim, que ela já não conseguia respirar.


Sabendo que algo estava errado, o cão foi correndo para o quarto dos pais de Harper, saltou para a cama e os sacudiu até que ambos acordassem.


Imediatamente depois, correu para o quarto da bebé, alertando os seus pais que ela estava em apuros. Por conta da incapacidade de respirar, a menina já estava roxa e todos temeram o pior. Os pais prestaram os primeiros socorros e chamaram às pressas uma ambulância.


Por sorte, a pequena Harper voltou a respirar e uma tragédia foi evitada. Mas os verdadeiros salvadores não foram os paramédicos, e muito menos os pais da menina. E sim Duke. As honras a quem as merece!


O cão, que no passado havia sido salvo da dura vida no canil, agora retribuía o favor salvando a vida da menina. Eu não conheço nenhuma forma melhor, seja entre os humanos ou os animais, de dizer OBRIGADO.