3 de set de 2014

Esse é o motivo para você ter o umbigo projetado ou profundo


Bem durante a sua vida você provavelmente já notou que como somos seres particulares e individuais que somos, cada um de nós terá as suas próprias características tanto de personalidade quanto fisionômicas.


O umbigo por sua vez, é estranhamente uma parte do nosso corpo que pouco se fala, e que depois que nascemos praticamente torna-se inútil. Mesmo assim, ele está ali, todos os dias, em uma parte central de nossos corpos, e como consequência é impossível não notá-lo ou se quer esquecer que ele existe.


Como você provavelmente já sabe, o umbigo nada mais é do que o resultado da cicatrização gerada pelo rompimento do cordão umbilical, que é o responsável por nutrir e alimentar o bebe quando este, se encontra ainda na barriga de sua mãe.

Outra peculiaridade sobre essa partezinha de nossos corpos, é como em uma regra geral, o umbigo tende a ter 2 possíveis aparências. Ou ele é levemente projetado ou ele simplesmente é um pouco mais profundo.

E afinal, qual desses tipos de umbigo é o seu? Você sabe o porquê dele ser exatamente assim? Pois bem, a primeira coisa que você deve saber, é que se tem o umbigo projetado, você é uma exceção, visto que via de regra, o biótipo mais comum é exatamente o aprofundado.
Mas e agora, o que é que causa mesmo essa diferença? Bem, a resposta é relativamente simples, visto que é o resultado de como o tecido cicatricial se comporta após o corte do cordão umbilical.

Como sabemos, o cordão não é cortado por completo, sobrando uma pontinha que naturalmente seca e cai. O que acontece é que quem tem o umbigo projetado naturalmente tem um pouco mais de tecido cicatricial, por isso não há muito a se fazer quando a situação é esta.

E diferentemente do que muitas pessoas pensam, os cuidados com os curativos não influencia diretamente no formato que ele terá ao longo da vida.


Por outro lado, é preciso mencionar que existe um outro fator (mais raro), que também pode alterar a forma natural que um umbigo teria, que nada mais é do que do que a hérnia umbilical.

Nessa condição os músculos do estômago de um bebe não se fundiu com o tempo, e consequentemente uma espécie de “pico” desse órgão pode escapulir através da fibra muscular.


Esse tipo de problema se resolve em uma média de 1 ano, porém se a hérnia não for solucionada dentro do prazo de 4 anos, faz-se necessário um procedimento cirúrgico para corrigi-la, o que pode resultar na alteração do formato natural do umbigo também.

Agora uma notícia boa, para quem simplesmente não gosta do formato de seu umbigo, é que você pode atualmente fazer uma correção cirúrgica nele também. Nos Estados Unidos por exemplo durante o prazo de 1 ano, uma média de 2.100 cirurgias estéticas são realizadas em umbigos.

E então queridos leitores, qual tipo de umbigo é o seu? Você sabia que o motivo para o seu formato ser esse, era isso que explicamos? Conta pra gente aqui em baixo pelos comentários. VIA! FATOS DESCONHECIDOS