14 de set de 2014

Ele pensava que a galinha estava a chocar (incubar) os ovos… Mas de repente ouviu uns sons de aflição…


Ele não queria acreditar no que viu, depois de ouvir uns estranhos gritos de aflição…

As galinhas são muito subestimadas. Estas aves são muito inteligentes e amorosas, embora a maioria das pessoas não saiba disso. O seu instinto maternal é comovente: antes de seus pintos eclodirem, elas quase nem saem do ninho para manterem os ovos aquecidos e se certificarem que fazem de tudo para os seus filhotes nascerem bem.

Elas continuam a incubar mesmo depois das crias virem ao mundo, por que nessa altura eles ainda são bastante frágeis e fracos.


Recentemente, quando um agricultor entrou no galinheiro, viu uma galinha a esconder algo sob o calor do seu corpo. Ele não achou nada de estranho nisso, pois pensou que ela estava a chocar os seus ovos.

Mas quando ele se aproximou, não podia acreditar nos seus olhos. O animal não estava aquecendo nem ovos nem pintos recém-nascidos…


Um dos gatos da quinta teve quatro gatinhos. Aos ver esses filhotes, o instinto maternal da galinha veio ao de cima. Foi por isso que a ave resolveu manter os bebés quentes por baixo de seu corpo. E a mãe gata também aproveitou a oportunidade para obter um pouco de calor e amor.


O reino animal é sem dúvida surpreendente. Nós realmente temos muito que aprender com a natureza e com os animais. Eles aceitam os outros seres, independentemente da sua raça ou espécie… Quando vamos aprender a fazer o mesmo?